Comer de 3 em três horas emagrece: mito ou verdade?

0
66

Senso comum ou rigor científico?

Comer de três em três horas na dieta é mito, revelam pesquisas com pessoas que seguiram à risca a dieta e não emagreceram.

Como tudo na vida, levar tudo ao pé da letra não é fator relevante. Cada um tem um metabolismo diferente e, comer de três em três horas é mito a partir do momento em que seu metabolismo não é regrado.

--- continua depois da publicidade ---

A questão é mais simples do que se imagina: devemos comer alimentos saudáveis, que proporcionem a saciedade e que mantenha nosso corpo saudável, prevenindo doenças.

E o que as pesquisas dizem

Comer de três em três horas na dieta é mito se considerarmos que não existem estudos que comprovem que comer com frequência maior aumenta o metabolismo, porém existem pesquisas que revelam que fazer refeições ao longo do dia pode sim aumentar o nível calórico.

No ano de 1997 investigadores pesquisaram que obter de 1 a 17 refeições diárias em nada interferiria na ingestão nutricional e calórica, até então ninguém conseguir provar o contrário.

Refeições menores, mais que saciem, com mais proteínas, menos açucares, menos gorduras, isto é comprovado cientificamente, não é mito, nem senso comum.

Qualidade ou quantidade?

Definitivamente não será a quantidade que deverá ser foco na sua dieta, mas a qualidade pois alimentos saudáveis são aqueles que você come o suficiente, em pequena quantidade, mas que te saciam e não te faz voltar a querer comer daqui algumas horas.

E quais são os alimentos que trazem saciedade?

Proteína: a exemplo das carnes e queijos, as proteínas saciam e diminuem a vontade de comer a qualquer hora do dia. Enquanto que o carboidrato tem efeito contrário em seu organismo, pois estimula insulina e consome rapidamente a glicose, o que faz com que você sinta fome em um período curto de tempo.

Gordura: algumas gorduras são essenciais e devem ser consumidas, mesmo em uma dieta equilibrada, como o azeite para temperar ou até mesmo cozinhar, o abacate, os peixes gordos como o salmão, as sementes oleaginosas.

Água: benéfica em diversos sentidos, manter o corpo hidratado mantem a saciedade e é de grande valia ao nosso organismo.

Ovos: troque os pães do café da manhã pelos ovos! Sim, ricos em proteínas, os ovos são extremamente saudáveis e proporcionam saciedade.

Conheça alguns princípios de nutrição

  1. Reduza a quantidade dos alimentos ingeridos.
  2. Diminua o sal.
  3. Monte um prato bem colorido.
  4. Evite gorduras e açúcares.
  5. Coma muitas fibras.
  6. Consuma vitaminas C e E.
  7. Aumente a ingestão de peixe e linhaça.
  8. Prefira carboidratos complexos, como pães, bolos, biscoitos, macarrão e arroz feitos com farinha integral.

Durante o regime, não coma

  • Carnes gordas e pele de frango.
  • Sucos artificiais em pó.
  • Frituras em imersão (batata frita, bife à milanesa, pastel).
  • Alimentos gordurosos (creme de leite, chantilly, coco e leite de coco, toucinho).
  • Itens embutidos e defumados (bacon, salame, carnes, queijos, salsichas).
  • Massas folhadas, biscoito recheado e amanteigado, croissant, massa podre (empadas e tortas).
  • Refrigerante, mesmo o light (pois pode causar celulite).
  • Bebidas alcoólicas.
  • Bala é permitido apenas o chiclete sem açúcar.

O que comer no café da manhã

O café da manhã deve ser reforçado, pois é a refeição que te proporcionará energia para as tarefas da primeira parte do dia. Dentre as mais diversas opções para o café da manhã, citamos algumas abaixo.

Segunda-feira: três frutas oleaginosas (castanhas do Pará ou de caju, amêndoas, avelãs ou nozes) mais três frutas secas (damasco, banana, uva, mamão, maçã, abacaxi, ameixa).

Terça-feira: uma banana pequena mais uma colher de sopa de linhaça.

Quarta-feira: uma xícara (chá) de chá verde (se quiser, use adoçante) mais uma torrada integral light, e uma colher (chá) de requeijão light.

Quinta-feira: uma barrinha de cereais light.

Sexta-feira: uma barrinha de granola.

Sábado: uma xícara (chá) de chá verde ou preto (com adoçante) mais uma fatia média de queijo minas light.

Domingo: três biscoitos integrais de aveia mais uma xícara (chá) de chá verde ou preto (com adoçante).

O que comer no almoço

O ideal é ter um prato colorido no almoço, sem abandonar o tradicional feijão com arroz. Carnes, das mais diversas, porém menos vermelhas e mais as brancas também devem estar no seu cardápio do meio do dia. Abuse de legumes e verduras, mantenha o equilíbrio durante a semana, dividindo o que será consumido ao longo dos dias, como explicado no item anterior, diversificando as opções para comer no almoço.

O que comer no jantar

Para o jantar pegue mais leve. Lembre-se que o organismo terá menos tempo e ritmo de trabalho no período noturno. Procure por verduras, frutas, lanches menos calóricos, biscoitos, iogurtes entre outras opções para o jantar. Esta lógica deve ser aplicada nos lanches intermediários.

Assim, chega-se à conclusão de que se alimentar bem requer repensar o que irá se consumir, quais os níveis de gordura contidos nestes alimentos e ainda, procurar saciar a fome comendo com qualidade e não em quantidade.

Portanto, coloque em prática o que verdadeiramente trará saúde ao seu organismo e com isso sua dieta será balanceada, equilibrada e um sucesso!

Aviso
O Site Manual de Saúde tem caráter meramente informativo. Diante de qualquer problema, não faça nenhum diagnóstico ou automedicação com base nas informações lidas aqui. Informe-se e procure um médico de sua confiança.