Benefícios e malefícios do chocolate

0
1050

Manual de Saúde fala hoje de um alimento amado por todos: o chocolate. Quem não gosta de uma boa trufa, um bombom, um brigadeiro, entre outras iguarias que têm como base o chocolate, né? Trata-se de algo polêmico, alvo de estudos e conclusões que animam àqueles chamados chocólatras. Digo isso porque especialistas já deixaram claro que o chocolate pode ser um grande aliado à saúde, desde que, consumido sem exageros. Seus benefícios à saúde física e mental são evidentes.

Vamos abordar os benefícios que ele trás, a quantidade ideal de consumo diário, os tipos de chocolates recomendados, mitos acerca deles, e as consequências que seu consumo imoderado pode trazer para o nosso corpo.

Benefícios do chocolate

--- continua depois da publicidade ---
  • Comer chocolates faz bem à saúde porque eles, principalmente os amargos, contêm vitamina E, zinco, ferro, magnésio, cálcio, entre outros nutrientes, indispensáveis ao nosso organismo
  • Se você pratica exercícios físicos, saiba que os chocolates podem ser seu aliado. Eles contêm substâncias que ajudam no desempenho e na resistência muscular
  • Aos fumantes, é recomendado comer chocolate sempre. Ele ajuda na eliminação de substâncias perigosas à nossa saúde, que absorvemos ao fumar
  • É comprovado que comer chocolate proporciona o prazer   
  • O chocolate é anti-inflamatório, pois ele age reduzindo a quantidade de agentes que causam as inflamações
  • Comer chocolate ameniza as dores, o estresse e o desconforto consequentes das cólicas menstruais e da TPM
  • Chocolates são antioxidantes, neutralizam os radicais livres e ajudam no combate à ansiedade e à depressão

Tipos de chocolates

São diversos os tipos de chocolates, mas vamos nos ater aos principais, citando suas características e recomendações.

  • Chocolate amargo: muito recomendado por ter muito cacau, pouca gordura, pouca açúcar, e não ter leite
  • Chocolate branco: feito com a manteiga do cacau, leite e açúcar, este chocolate é um dos menos recomendados por ser muito calórico e gorduroso. Apesar disso, é muito apreciado por seu sabor e cremosidade
  • Chocolate ao leite: é resultado da combinação da pasta do cacau com leite e ingredientes adicionais. Muito apreciado, mas não é tão indicado ao consumo diário
  • Chocolate diet: ideal pra quem gosta e não pode comer por problemas de saúde como o diabetes. Eles são gordurosos e muito calóricos. Obviamente, não tem açúcar

Detalhe: ainda podemos encontrar chocolates à base de soja, sem glúten, light, sem lactose, entre outros.

Quantidade ideal de chocolate ao consumo diário

Especialistas afirmam que devemos consumir cerca de 20 a 40 gramas de chocolate por dia. Se for chocolate caseiro, melhor ainda, pois, neles a concentração de cacau tende a ser maior que nos industrializados. Lembrando que,  os amargos são os mais indicados.

Mitos sobre chocolates

  • Chocolate dá dor de cabeça
  • Chocolate causa dependência
  • Chocolate aumenta o colesterol
  • Chocolate provoca aparecimento de espinhas
  • Chocolate causa enxaqueca
  • Chocolate é afrodisíaco

Todo isso é mito, se liga!

Malefícios do consumo de chocolate em excesso

Via de regra, na vida tudo em excesso faz mal. Com o chocolate não é diferente. Fique atento à quantidade recomendada e não abuse. Apesar de serem úteis à nossa saúde, os chocolates contêm açucares, gorduras e outras substâncias que favorecem o desenvolvimento de problemas de saúde. Tome cuidado.

Informado, adote o chocolate no seu cardápio alimentar, mas não se esqueça de seguir as regras para o bom aproveitamento deste alimento. Nada de exagerar nem de comer apenas aqueles mais deliciosos, que como vimos, são os menos saudáveis.

Aviso
O Site Manual de Saúde tem caráter meramente informativo. Diante de qualquer problema, não faça nenhum diagnóstico ou automedicação com base nas informações lidas aqui. Informe-se e procure um médico de sua confiança.