Hemorroidas: sintomas, causas e tratamento

Sintomas, causas e tratamento das hemorroidas, além de tipos e graus deste problema, que causa dor e desconforto.

De acordo com pesquisas, aproximadamente, 2 milhões de brasileiros sofrem com essa doença. Causada por diversos fatores, ela, muitas vezes, é motivo de constrangimento e dor na região. Estamos falando da doença hemorroidária, já ouviu falar?

Mais conhecida como hemorroidas, essa doença pode ocasionar uma dor aguda ao evacuar e pode evoluir a problemas mais graves, necessitando de uma intervenção cirúrgica. Para quem desconhece ou não sabe muito bem como a doença age, a hemorroida pode ser tanto interna quanto externa e, em todos os casos, é o sangue que fica “preso”, e as veias incham no canal do reto ou do ânus.

Principais sintomas da hemorroida

É um tanto quanto comum ter prisão de ventre, constipação intestinal e dificuldade em evacuar, afinal, os brasileiros têm uma rotina agitada que impede que o organismo funcione 100% eficaz. De todo modo, esses sintomas podem resultar em hemorroidas.

Além disso, se você sentir dor para evacuar ou se sentar, é um sinal de que alguma veia pode ter inchado. Se houver coceira na região anal, sangue nas fezes, e se houver bolhas que ficam para fora do ânus, é necessário procurar um profissional de imediato, de modo a verificar qual é o grau das hemorroidas presentes em seu organismo.

É fato que as hemorroidas podem ocorrer devido ao fator genético, entretanto, as causas podem ser ainda mais comuns, como o caso de uma alimentação fraca em fibras e nutrientes essenciais para que o organismo tenha energia durante o dia.

Causas das hemorroidas

Como já dito, o que pode provocar a presença de hemorroidas é a má alimentação, uma dieta fraquíssima, com pouca porcentagem de fibras e proteínas. Logo, o primeiro momento é adequar a sua alimentação, para aliviar e diminuir os sintomas, e ajudar no desaparecimento das hemorroidas, dependendo do seu grau. Por exemplo, evitar alimentos picantes, adicionar mais ferro em suas refeições, beber bastante líquido, são algumas dicas.

Sintomas, causas e tratamento para hemorroidas

Caso a família já tenha tido casos de hemorroidas, a probabilidade de acontecer em outra geração, também é grande. O sexo anal está vinculado à possibilidade do aparecimento de hemorroidas, devido à fricção. Tabagismo, obesidade, gravidez, transtorno de ansiedade, diarreia crônica, cirrose, são algumas causas mais clássicas, uma vez que o organismo tende a sofrer as consequências desses hábitos em médio e longo prazo.

Você sabia que o simples fato de ficar sentado por muito tempo pode diminuir a circulação sanguínea no reto e no ânus? Ou segurar as fezes (por não ter lugar adequado para evacuar)? Pois é! alguns hábitos ou situações cotidianas são muito prejudiciais ao canal anal.

Tipos de hemorroidas

Há dois tipos de hemorroidas que podem ser classificadas: a interna e a externa. Como a própria definição diz, a hemorroida externa está localizada no ânus, no final do canal anal, e pode ser tocada e, algumas vezes, empurrada para dentro. Já as hemorroidas internas são aquelas que causam mais dor e coceira. Elas estão localizadas no reto. E é partir destas que os graus podem ser classificados.

Graus de hemorroidas

Os graus I e II são básicos, uma vez que incham e desincham espontaneamente, não provocando dor alguma ao indivíduo. Entretanto, os graus III e IV, tanto externa quanto interna, são aqueles que causam muita dor, não são desincham facilmente e caso seja externa, não é possível colocá-la de volta.

Tratamento das hemorroidas

Existe tratamento para as hemorroidas, independentemente do caso. Entretanto, o que irá mudar, é se o método é invasivo ou não.

Para os graus I e II, é possível iniciar com uma mudança de dieta, uso de medicamentos específicos e o uso de pomadas, para diminuir a inflamação e permitir que haja maior circulação sanguínea na região.

Entretanto, para os casos III e IV, dependendo como for, será necessária a intervenção cirúrgica, em que as hemorroidas são removidas.

Não esqueça de procurar uma assistência médica assim que os sintomas se tornarem cada vez mais frequentes, para que as hemorroidas não avancem em grau.

Aviso
O Site Manual de Saúde tem caráter meramente informativo. Diante de qualquer problema, não faça nenhum diagnóstico ou automedicação com base nas informações lidas aqui. Informe-se e procure um médico de sua confiança.