Como vencer o medo de falar em público

Como vencer o medo de falar em público, com técnicas que permitirão mais segurança e preparo para uma boa apresentação.

Falar em público pode ser sinônimo de frustração, desespero e despreparo. Enquanto para muitos, é fácil, para outros, pode se tornar um problema tão grande, resultando em suor, palpitação, ansiedade e desmaios. Vencer o medo de falar em público requer muita atenção e foco. Sabe?

Reconhecer essa fraqueza permite que os indivíduos busquem outras alternativas para evitar julgamentos e olhares desnecessários. Geralmente, as apresentações em público começam na escola, com pequenos seminários e avança na faculdade e no ambiente de trabalho. E esse tipo de manifestação pode revelar a sua habilidade em explicar, expor, comentar algo proposto por outras pessoas. E essa competência é importante. O objetivo não é ser professor e sim apresentar um tema com seriedade, autonomia e preparo.

Se você quer saber como vencer o medo de falar em público, conheça abaixo algumas dicas essenciais.

Preparação

Pode ser difícil de acreditar ou de compreender, mas falar em público tem tudo a ver com foco e concentração. Isso quer dizer que, se você conseguir se preparar antecipadamente para falar em público, a sensação de estar sendo visto por tudo e por todos será menos importante, já que estará seguro para confiar em suas palavras.

Reserve um tempo do seu dia para se preparar. Conheça bem o seu tema, pesquise. Se for o caso, anote o que queres falar, para memorizar mais rapidamente, e ensaie quantas vezes for necessário. Além disso, ensaie na presença de pessoas que você confia, como pais, parentes, amigos. Dessa forma, é possível criar um ambiente confortável e seguro. Ah! Conheça bem o lugar onde você irá se apresentar, veja se o projeto estará funcionando. Evite contratempos.

Como vencer o medo de falar em público

Olhar fixo

Outro ponto que merece destaque é a velha dica: escolher um ponto, uma parede, uma pessoa ou a linha do horizonte para olhar fixamente, brincando com o olhar. Assim, não precisará olhar para cada pessoa individualmente. Essa dica ajuda a se concentrar e manter uma linha de raciocínio.

Geralmente, além do ponto fixo, pode ser essencial se movimentar, o corpo ou as mãos, para liberar o estresse e a ansiedade. Se, para você, o raciocínio é mais rápido quando está se mexendo, faça isso, principalmente diante de uma situação que sabe que não se dá tão bem assim. Mas, não se engane! Não se esqueça de que o público deve acompanhar sua fala, e não prestar atenção somente em suas pernas ou mãos. Portanto, controle-se ao mesmo tempo.

Respire fundo

É comum que, diante de uma situação de estresse ou de ansiedade, o corpo acabe entrando num surto, e a respiração seja muito prejudicada. Antes de falar em público, é recomendado que inicie intervalos de respiração mais profundos, inspirando em 4 ou 5 segundos e expirando no mesmo tempo. Faça isso três vezes até sentir que o seu ritmo cardíaco está normalizado.

Admita

Não podemos mascarar ou esconder nossa fraqueza por medo de preconceitos ou olhares tortos. Todos somos humanos e devemos ter a capacidade de admitir o nosso medo, justamente para que outros não julguem. Ter uma conversa franca com o responsável, seja ele professor ou chefe, permite que o nervosismo não lhe frustre, e faz com que a pressão seja muito menos, já que o outro reconhece em você essa sua fraqueza e a respeita.

Assim, além de compreender a necessidade de ajuda, propondo mais atividades e compromissos para treinar e aperfeiçoar essa técnica, o indivíduo não irá pensar menos de você por causa disso. Não tenha medo e não seja inseguro.

Vencer o medo de falar em público é um treino diário que requer paciência também. Trabalhe essa fraqueza com otimismo e encontre meios que facilitarão todo o processo. Às vezes, o que falta é imaginar que todos estão pelados e iniciar seu discurso enfrentando essa plateia. Seria mais fácil?

Aviso
O Site Manual de Saúde tem caráter meramente informativo. Diante de qualquer problema, não faça nenhum diagnóstico ou automedicação com base nas informações lidas aqui. Informe-se e procure um médico de sua confiança.