Como turbinar seu treino de musculação

Dicas de como turbinar seu treino de musculação e atingir os resultados almejados, tendo músculos definidos e fortes.

Praticar exercícios físicos faz muito bem não só para o organismo como também para a mente e o corpo. E o treino de musculação vem sendo recomendado com maior intensidade atualmente devido aos seus benefícios em médio e longo prazo. Se você busca uma atividade física que requer força, concentração e disposição, a musculação pode ser o indicado para você.

Sabemos que um treino de musculação, quando bem guiado, pode trazer muito cansaço e provocar microlesões nos músculos, e isso é muito bom, já que trará resultados rápidos. Entretanto, nem sempre as pessoas seguem à risca, podendo levar à frustração, uma vez que não aliam o treino com uma alimentação balanceada e uma rotina mais leve e regrada.

Entretanto, para aqueles que já adquiriram gosto pelo exercício físico, saiba que tem como turbinar ainda mais o treino de musculação. E é esse o nosso objetivo hoje no site Manual de Saúde: propor algumas mudanças e comentar algumas dicas para que você atinja o resultado que tanto quer.

Dicas de como aproveitar mais o treino de musculação

O primeiro passo é saber respirar. A respiração é um dos componentes mais importantes, senão o mais valioso, de qualquer atividade física. Isso porque ajuda a oxigenar o cérebro e outros órgãos, promovendo a circulação sanguínea de forma eficaz, principalmente quando estamos a fazer exercícios de alta intensidade, como a musculação.

Portanto, se você respira errado, pode prejudicar o movimento e o corpo, como a coluna, dependendo do exercício. Então, saiba que na hora de contrair o músculo, inspire, e na hora de voltar, expire. Faça com que a respiração seja o tempo do seu movimento.

Outro fator é o descanso. De nada adianta realizar musculação todos os dias se não intercalar com exercícios aeróbicos, e com uma boa noite de sono. Caso contrário, os músculos não terão tempo o suficiente de se reestruturarem para progredir o treino. Portanto, durma e descanse. E não se esqueça de seguir as recomendações do seu personal trainer, sempre.

Como turbinar seu treino de musculação

Preste atenção na intensidade do treino

Uma dica excelente é manter a intensidade do treino de musculação, intercalando treino de perna em um dia, de braço em outro, e assim por diante. Além disso, é essencial que haja um intervalo de descanso entre as repetições, de modo que a intensidade seja mantida. Esse intervalo, também conhecido como descanso, faz com que o corpo produza hormônios e substâncias para ficar preparado para o treino e aguentar a carga.  

Aumente a carga na musculação

Para potencializar seu treino de musculação e trazer ainda mais resultado para os seus músculos, aumente a carga. Mas, não aumente em todos os treinos. Primeiramente, faça um treino mensal ou quinzenal com uma carga fixa, e só então mude aumentando significativamente, aos poucos, para que o corpo se acostume com o novo peso. Assim, os músculos irão se desenvolver de forma progressiva.

Combine exercícios e aparelhos

Saia da mesmice. De nada adianta praticar um exercício num aparelho, e abandonar os exercícios com peso livre. É necessário intercalar. O mesmo vale para exercícios de alta e baixa intensidade, e exercícios com grupos musculares. Combine os músculos e exercícios para que todo o grupo seja trabalhado igualmente.

Canse até a última gota

O treino de musculação é para cansar, e muito. Dê o seu melhor e faça a última repetição com toda sua garra. O objetivo é chegar ao seu limite e dos seus músculos também. Quando sentir que está queimando, e acredite, você sentirá essa sensação, você saberá que é hora de parar. Por isso, respeite seu corpo e seu tempo.

Para turbinar ainda mais, após cada repetição, volte devagar na hora de relaxar com o peso. Esse movimento lento também intensifica o exercício, proporcionando o aumento no músculo.

Com essas dicas, o seu treino de musculação estará ainda mais forte.

Aviso
O Site Manual de Saúde tem caráter meramente informativo. Diante de qualquer problema, não faça nenhum diagnóstico ou automedicação com base nas informações lidas aqui. Informe-se e procure um médico de sua confiança.